Caravana Modernista

Identidade visual para o projeto que buscou revisitar o legado modernista brasileiro e sinalização para exposição realizada no CCBB.




A Caravana Modernista, projeto da CASACOR Minas, buscou revisitar aspectos artístico-culturais ligados à produção do período modernista do Brasil. A jornada partiu de Belo Horizonte rumo a Cataguases (MG), município que, ao longo da sua história, ficou conhecido por reunir importantes obras das artes plásticas, design e, sobretudo, arquitetura. Além de fazer parte do legado desse polo modernista, projetos de nomes como o de Oscar Niemeyer e Burle Marx motivaram a Caravana e inspiraram a identidade criada pela Hardy.




A marca da Caravana Modernista é constituída por uma composição tipográfica que interage graficamente com os rascunhos de obras arquitetônicas da cidade de Cataguases. A tipografia robusta e de grande peso, típica de projetos gráficos modernistas da década de
1960, contrapõe-se visualmente aos desenhos rascunhados, que remetem a observações mais livres e despretensiosas de uma viagem. Como recurso gráfico para a composição tipográfica, reforçamos a quebra das palavras, representando, dessa maneira, a dinâmica de movimentação de uma caravana.





Os cartazes da Caravana Modernista foram criados no intuito de divulgar a expedição e também de servir como um marco físico e comemorativo da passagem da caravana nas cidades que compunham o trajeto percorrido.

Além da identidade visual da Caravana, a Hardy também produziu os banners e a sinalização da exposição “Caravana Modernista – do Barroco ao Modernismo: a gênese do design autoral brasileiro”, realizada como resultado final do projeto. A mostra exibiu objetos de um acervo que reúne itens como os primeiros croquis de Joaquim Tenreiro, um vestido desenhado por Burle Marx, assim como registros de obras de Niemeyer e da residência de Francisco Inácio Peixoto. A exposição ficou em cartaz entre novembro e dezembro de 2019 no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de Belo Horizonte.




Direção de Criação: Mariana Hardy
Direção de Operações: Cynthia Massote
Design: Rafael Amato
Gerente de Projeto: Izabela Rodrigues
Produção: Rita Abdo
Idealização: Rafael Alves
Projeto Expográfico: Alexandre Rousset
Colaboração Curatorial: Cláudia Dodd