Projeto Estações Casa Cor 2017: Estação Memória

Ambientação de um dos espaços do projeto Estações, idealizado por Gustavo Greco e Eduardo Faleiro, para proporcionar o diálogo entre o design de interiores e o design gráfico no espaço da CasaCor 2017.





A proposta foi ocupar algumas vias de acesso do casarão da Rua Sapucaí, sendo cada uma delas trabalhadas por um estúdio de design. Fizeram parte da ação além da Hardy, a Greco Design, Estúdio Lampejo e Márcia Larica. Cada um foi convidado a trabalhar um tema dentro do universo das ferrovias já que o edifício abrigou por muitos anos a sede da rede ferroviária nacional, RFFSA.




A Hardy abordou o tema “Restauro” resgatando um tema essencial e tão atual que é a mobilidade. Em relatos oficiais e literários, a presença dos trens e das estações nos arredores do Curral Del Rey é descrita como primordial para que a nova capital fosse construída. Para trazer à tona esta discussão, a equipe de design foi em busca do acervo do IPHAN-MG para pesquisar jornais, anúncios e matérias publicadas em revistas de época, que exaltavam as ferrovias e o modo prático, seguro e rápido que esta forma de deslocamento proporcionava.







Este material virou subsídio para criação de lambe-lambes que estamparam as paredes do hall de circulação, resgatando o espiríto de outro tempo. O espaço foi iluminado por holofotes que eram utilizados anteriormente nos jardins da casa e um banco de madeira típico das estações se tornou um lugar de pausa e leitura durante a visitação.





Direção de criação: Mariana Hardy       
Direção de operação:
Cynthia Massote
Design:
Gabriela Silva
Gerência de projeto: Ricardo Lopes
Produção gráfica: Mirelle Bairral
Consultoria de iluminação: Mariana Novaes
Fotos: Jomar Bragança