Parque do Palácio : Hardy Design – Estúdio de Design e Branding

Parque do Palácio

Identidade visual e sinalização do novo espaço de cultura e entretenimento em Belo Horizonte.





Localizado no espaço tradicionalmente ocupado como residência do Governador, o Parque do Palácio se estabelece com uma nova opção cultural e de entretenimento em Belo Horizonte. Com projeto inicial de Oscar Niemeyer e jardins planejados por Roberto Burle Marx, o Palácio se caracteriza como uma obra com forte influência modernista.

Para a identidade do projeto, buscamos valorizar a convivência ao ar livre por meio da conexão gráfica com o trabalho de paisagismo de Burle Marx. Assim, criamos um tom leve e democrático, que permite ao espaço se comunicar com um público de todas as idades.




A partir das ilustrações desenvolvidas previamente para a Coleção Jardim das Mangabeiras, inspiradas nos desenhos de Burle Marx, selecionamos as formas das árvores como uma representação dos jardins. Assim, elaboramos ícones variáveis que dão origem a uma marca versátil, amigável e cheia de personalidade.





O tratamento tipográfico da identidade visual faz referência direta ao modernismo, atualizando-o com tipografias contemporâneas e com o uso de recursos como o highlight. Para os desdobramentos, estruturamos um sistema modular de grids, que pode ser adaptado para os formatos mais variados. Sobre eles, os layouts se baseiam em sofisticadas composições tipográficas.







Para as aplicações, a marca é utilizada em uma versão tipográfica aplicada sobre uma barra na base das peças. Este recurso gráfico torna as peças facilmente reconhecíveis e reforçam a conexão do projeto com o modernismo. Além disso, a neutralidade desta solução abre a possibilidade de convivência da marca com identidades específicas dos mais variados projetos.





O projeto de sinalização do Parque do Palácio amplia o trabalho de identidade e reforça seus parâmetros, prevendo sua aplicação no espaço físico. Assim como a identidade visual, a sinalização proposta também tem forte influência modernista, com grandes áreas de cor e uma importante presença tipográfica. Uma família de ícones foi desenvolvida e também bebe dessa referência.





A sinalização recebe a categorização de cores definida no brandbook. Desta forma, as placas e intervenções sempre têm suas cores associadas à sua categoria, o que ajuda na orientação e entendimento do espaço pelo público.

Os pictogramas foram construídos a partir do grid desenvolvido para os desdobramentos da identidade visual. O desenho vetorial se inspira no modernismo, trazendo toques divertidos que situam os pictos na contemporaneidade.











Direção de criação: Mariana Hardy
Direção de operações: Cynthia Massote
Coordenação de criação: Fernando Dias
Gerente de projeto: Izzabella Campos
Designer: Tobia Hallak, Thiago Guerreiro, Tetê Gontijo e Victor Endo